Diego Pierluigi é segundo na 4ª etapa do SuperBike Brasil.
 
 
O veterano Alex Barros foi o vencedor da quarta etapa do Superbike Brasil, disputada neste domingo (23/7), no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Com o resultado, Alex Barros chegou aos 87 pontos. Em segundo lugar chegou seu companheiro de equipe, Diego Pierluigi. Ambos são pilotos da equipe Híbridos Club e usam o capacete LS2 Arrow.
 
Alex, que havia conquistado a pole, foi ultrapassado por Pierluigi na largada. Mas recuperou e voltou à ponta. “Estou muito feliz porque conseguimos deixar as duas motos bem competitivas. Fizemos configurações diferentes e os resultados começaram a aparecer. Para a próxima corrida acredito que teremos um pacote de itens melhor. E quando a tudo está bem, a equipe como um todo vai bem. Foi bonito ver o público presente, o evento está de parabéns”, declarou o vencedor do dia.
 
Por uma diferença de 0.100 o argentino Diego Pierluigi não subiu ao degrau mais alto do pódio, mas considerou que esta foi sua primeira prova positiva no ano. Ele está confiante em manter o ritmo e quer continuar brigando por vitórias.
 
 

 
“A corrida foi boa, mas teve muitas voltas em bandeira amarela, por conta de um problema na pista, relacionado à segurança em uma das áreas de escape ali no Café. Eu fiquei preocupado porque os pneus começaram a esfriar, mas a segurança é sempre prioridade. A primeira volta, depois da relargada, a moto escapava demais, mas administrei bem. Tentei seguir o ritmo do Alex, pois sabia que nós dóis tínhamos um ritmo parecido. Nas duas últimas voltas eu comecei a fazer pressão e no giro final eu tentei fortemente a vitória. E citando o que disse uma vez o Valentino Rossi: ‘quando se tem chance de ganhar, tem que tentar, senão não fico tranquilo’. E eu pensei a mesma coisa. Eu tentei uma, duas vezes, mas não consegui. Dessa vez não deu, mas foi minha primeira corrida boa no ano. E o segundo lugar com certeza é positivo também. Estou muito feliz”, comemorou o piloto que agora está com 45 pontos e ocupa a sexta posição.
 
 

 
Ainda pela categoria Superbike PRO, Massao Nishimoto chegou na 10ª colocação. Pela Yamaha R3 Cup, Guilherme Brito terminou em 2º lugar e, na categoria SuperSport Pro, Pedro Sampaio foi o vencedor da prova.
 
 
Com informações da FGCom e Vipcomm
Fotos: Marcello Zambrana