O argentino conquistou a vitória na última volta. Sebastiano Zerbo completou a disputa em sexto. Próxima etapa será no dia 13 de novembro em Goiânia.
 
 
O domingo (23) não poderia terminar de melhor maneira para a equipe BMW Motorrad Alex Barros Racing. O time apoiado pela LS2 está comemorando mais uma vitória no SuperBike Brasil, pois Diego Pierluigi voltou a vencer a disputa da SBK Pro, desta vez, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR), onde foi realizada a sétima etapa da temporada. O piloto fez a estreia dele no circuito paranaense em grande estilo. O argentino conquistou o topo do pódio ao completar as 16 voltas da corrida em 20min44s510 e ainda cravou a melhor volta da prova em 1min16s958 a 142,909 km/h. O companheiro de equipe, Sebastiano Zerbo também ficou no Top-10, e concluiu a prova em sexto. A próxima etapa, que será disputada em rodada dupla, será dia 13 de novembro, em Goiânia.
 
A disputa no traçado localizado no norte paranaense aconteceu, neste domingo, com pista seca e calor. A briga pela vitória foi eletrizante, com Faustino e Pierluigi acelerando forte na busca pelo primeiro lugar. O argentino ficou praticamente a corrida toda em segundo, e usou a estratégia de atacar no final para garantir sua segunda vitória na SBK Pro.
 
“Foi uma corrida muito boa e bastante disputada, apesar da pista estar muito quente. Fiz boa largada, ficando na segunda posição. Então, fui atrás do Diego Faustino. A moto dele estava melhor na primeira parte da pista, mas a minha BMW estava mais forte no segundo trecho do traçado. Esperei a última volta para tentar a manobra. Fiz uma boa ultrapassagem o que me deu a vitória. Eu fico muito feliz com o resultado e por todo o trabalho da equipe. Minha moto estava perfeitamente acertada. Eu agradeço a todos, o time, o Alex Barros, aos patrocinadores”, comemorou Diego Pierluigi, que já ocupa o oitavo lugar na tabela, com 51 pontos.
 
 

 
Sebastiano Zerbo também ficou satisfeito com o resultado. O italiano completou a sétima etapa em sexto lugar, depois de largar da sétima posição. “Hoje estava muito calor. A moto estava muito bem acertada e rápida. Cheguei a ficar no Top-5, mas no último giro, comecei a sentir mais meu braço (que preciso operar), e não consegui segurar o quinto lugar. Mas fiquei na sexta posição e acho que foi positivo”, disse o piloto da BMW S 1000 RR #81, que está em sexto no campeonato, com 63 pontos, sem considerar o descarte obrigatório do pior resultado.
 
Outro piloto LS2 na categoria Superbike Pro, Massao Nishimoto concluiu a prova na 10ª colocação.
 
 
Na SuperStreet 300cc, Diogo Moreira termina em P10
 

 
Na Super Street 300cc, o dia para o Team Estrella Galicia 0,0 não foi tão positivo, pois um incidente com um furo de pneu, ainda nas primeiras voltas, tirou as chances do jovem Diogo Moreira de brigar pela vitória. Mas ainda assim, o piloto da LS2 conseguiu terminar a etapa no Top-10 e conquistou mais alguns pontos.
 
“Larguei muito bem e assumi a primeira posição na largada. Completei a primeira volta em primeiro, o que mostra que eu tinha bom ritmo e a moto estava boa. Mas na segunda volta meu pneu furou e aí comecei a perder várias posições. Estava tentando fazer o máximo para guiar a moto, mas estava bem difícil. Infelizmente não deu para chegar mais à frente. Mesmo assim, completei em décimo, pontuei e isso foi positivo pelas condições”, disse Moreira que segue em terceiro no campeonato, com 101 pontos.
 
Pela Copa Honda CBR 500R, Guilherme Brito, também do Team Estrella Galicia 0,0 e da LS2 não teve a mesma sorte e não completou a prova.

 
 
Com informações da FGCom
Fotos: Sampafotos