Considerado o único piloto brasileiro de corridas de rua, conhecidas por serem as mais perigosas do mundo, Rafael Paschoalin tem no currículo uma série de provas realizadas no exterior. Em 2012, fez sua estreia no calendário mundial, participando de provas como North West 200, na Irlanda do Norte, e MacauGP, na China. No ano seguinte, se tornou o primeiro brasileiro no TT Isle of Man, localizada em uma ilha do mesmo nome, entre a Irlanda e o Reino Unido, prova que disputou por três anos consecutivos.
 
“Representar o Brasil e a América Latina em provas como estas me deixou muito honrado. Foram desafios especiais, desde a preparação, ao apoio das fabricantes de motos, de capacetes e de equipamentos com quem pude contar”, destaca o piloto.
 
 

 
Este ano, Paschoalin disputou, pelo segundo ano consecutivo, a corrida de montanha Pikes Peak International Hill Climb, no Colorado, Estados Unidos, competição em que conquistou o 2º lugar da categoria PP Middleweight.
 
“Malabarismo com a vida sobre uma motocicleta a 4300m de altura. Isso é o que faz a vida valer a pena pra mim”, conclui ele.